mais recentes
Flanar dos tijolos e da explosão
Pelo experimentalismo da linguagem
Nos tempos da repressão
Tendal da Lapa
Referência para criação de personagem.
"Tudo que não invento é falso."
Peça de ficção em um ato
Sobre o que fala a nova peça
A questão de existir um Deus
RELAXE

arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007

 
quarta-feira, março 07, 2007
"Tempo, tempo, mano velho..."
"Volto ao mocotó, que esfria (ou esquenta) na mesa que sirvo mau e porcamente. Falar nisso: porco tem mocotó? Mas estou é divagando e ganhando tempo, esse último uma contradição em termos, já que tempo só se pode perder, para isso existe e só assim funciona."

Do site do Ivan Lessa. Tem mais um teco que copiei no meu.
Fabrício Muriana | 12:01

Comentários:
Postar um comentário